Intimidade no casamento: inimiga ou aliada?

No namoro, principalmente no começo, os casais se encontram para sair, então estão sempre arrumados, cheirosos e alegres.

Aí a gente casa e começa a compartilhar outros momentos da vida. O acordar com a cara amassada, a dor de cabeça de pagar contas em dia, o dividir o mesmo banheiro, os dias de mau humor…

Realmente, no casamento, o outro nos vê sem “preparo”. Para homens é a mesma coisa. Nem sempre o marido vai estar de barba feita, unha cortada, roupa bonita.

Mas isso não é desleixo, é a vida real. Mesmo durante o namoro, os casais passam por todos esses momentos, com a diferença que disfarçam a todo custo, fazem de tudo pra deixar essas coisas de fora do relacionamento.

Casar não é abrir mão da produção do namoro, mas dar ao outro acesso aos bastidores da sua vida.

Pra dividir a vida com alguém, a gente tem que estar bem resolvido em relação à nossa intimidade. Ninguém precisa ter vergonha de ter que ir ao banheiro, de ter pelos indesejáveis, de ter bafo de manhã. Do mesmo jeito que ninguém precisa ter vergonha de chorar, de passar raiva, de ter inseguranças, de perder a razão de vez em quando. Faz parte de quem nós somos.

É nesses momentos sem máscaras que a gente conhece melhor o outro e a cumplicidade se fortalece, criando raízes cada vez mais profundas no amor.

Para mim, não há dúvidas: a intimidade é uma grande aliada.

Anúncios
Esse post foi publicado em recém casada. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s