Tratamentos dermatológicos para renovar sua pele

Conheça as técnicas dermatológicas mais realizadas e aproveite os dias mais frios do ano para deixar a sua pele mais lisinha e saudável

A palavra peeling, traduzida para o português, significa descamação. O procedimento faz uma destruição superficial da pele com a finalidade de remover células mortas. Dessa forma, suaviza marcas de expressão, clareia manchas, diminui cicatrizes de acne…  existem dois tipos de peeling. Os químicos são realizados com ácidos, como o fenol, o retinoico, o salicílico e o glicólico. Os peelings físicos esfoliam por meio do atrito, utilizando laser, grãos, sementes e microesferas.

A intensidade do procedimento é determinada pela necessidade específica de cada pele. Os peelings superficiais podem ser feitos em casa mesmo, e os profundos são realizados em clínicas dermatológicas. “Os mais fortes proporcionam maior atrito ou apresentam alta concentração química. Por isso, só podem ser realizados por médicos especializados”.

De qualquer forma, é sempre recomendável consultar um especialista para indicar o melhor procedimento. Segundo Adilson Costa, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, existem mais de 50 modalidades diferentes de peeling. “Um adolescente que chega ao consultório com cicatrizes profundas de acne não fará o mesmo tipo de peeling que um idoso com o mesmo problema”, diz. Conheça as técnicas mais realizadas nas clínicas de dermatologia:

Laser de luz pulsada

Trata sardas, olheiras, vasinhos da face e melasmas. Sua luz é capaz de resgatar o pigmento disfuncional das camadas mais profundas da pele e trazê-lo para a superfície. Ali, ele forma uma casca e cai. O objetivo é fazer sessões até que todo pigmento excedente saia. Sessões: de 4 a 6, a cada 15 dias ou a cada mês, dependendo da necessidade. Manutenção a cada 6 meses.

Peeling de cristal

Feito com um aparelho que esfolia a camada mais superficial da pele por meio de pequenos cristais de alumínio. Quando associado ao peeling de ácido retinoico, promove resultado melhor. Sessões: pode ser feito apenas uma vez para remover células mortas e afinar a pele. Para rugas mais profundas, o ideal é fazer 6 sessões, de 15 em 15 dias, com manutenção a cada 3 meses.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Curiosidades, Guia da Pele. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s