Uma História de Amor

Abraão, que no hebraico significa “Pai duma multidão”, era um patriarca descendente de Sem, e se tornou u dos maiores vultos da bíblia em personagem celebrado em todo Oriente. De Abraão descedem os judeus e os árabes. Os árabes vieram a existir através de Ismael o filho que teve com Agar.
Ismael cresceu e viveu no deserto e Deus lhe deu doze filhos que se tornaram príncipes no Oriente. Isaque, o filho da promessa que Abraão gerou quando tinha 100 anos de idade gerou os judeus.
Abraão é o progenitor dos hebreus. Josué relembra ao povo de Israel sua origem quando disse aos judeus que entravam na terra de Canaã “Antigamente, vossos pais, terá, pai de Abraão e de Naor, habitaram dalém do Eufrates e serviram aos outros deuses”. E falando em nome de Deus lhe disse: “Eu, porém tomei Abraão, vosso pai, dalém do rio e o fiz percorrer toda a terra de Canaã; também lhe multipliquei a descendência e lhe dei Isaque”(Is 24.2-3). Outros textos bíblicos podem ser consultados (IS 51.2; MT 1.1; 3.9; GL 3.7-9, etc.)
Abraão nasceu em Ur, na Cadéia, e se casou com Sarai, conforme Gênesis 11.27-31.
Chamado por Deus, recebeu ordens para sair da sua terra e seguir adiante para um aterra desconhecida (Atos 7.2-4),e na primeira parte de sua jornada,possivelmente pela idade avançada de seu pai fixou residência em Hãra (Gn 11.31). Depois da morte de seu pai,saiu de Hãra acompanhado de ló , seu sobrinho (Gn 12.4,5; Hb 11.8). Chegando a Canaã edificou um altar em Siquem,onde o Senhor prometeu que aquela terra seria dos descendentes(Gn 12.6,7).
Depois de uma longa peregrinação que o levou até o Egito, Sara sua esposa, faleceu e ele casou-se com Quetura e ela lhe deu mais seis filhos que se tornaram os pais das tribos nômades que habitaram o território ao sul da Palestina (Gn 25.1,2). Faleceu com 175 anos de idade e foi sepultado ao lado de Sara, na cova de Macpela, um pedaço de terra que ele adquiriu em sua peregrinação (Gn 25.7-9).
Isaque que significa riso em Hebraico nasceu quando Abraão tinha 100 anos de idade e Sara 90 anos (Gn17. 17; 21.5) e teria nascido em Berseba (Gn 21.14-31). Deus lhe havia prometido este filho, e ele riu quando Deus lhe anunciou o nascimento de Isaque, por serem já velhos (Gn 17.17-19). Logo depois quando a mesma promessa foi anunciada a Sara, ela também riu, em sinal de incredulidade (Gn 18.9-15).
Quando, porém, deu a luz ao filho, confessou: “Deus me deu motivo de riso; e todo aquele que ouvir isso vai rir-se juntamente comigo. E acrescentou: Quem teria dito a Abraão que Sara amamentaria um filho? Pois na sua velhice dei um filho” (Gn 21.6-7)
Rebeca, a esposa de Isaque tem um nome significativo em Hebraico: Corada com laço, isto é, donzela cuja beleza prende aos homens, uma das filhas de Betuel que residia em Harã.
São estes, basicamente os personagens de nossa Historia e de cujas vidas extrairemos preciosas ligações.Vejamos primeiramente a questão da escolha:

1)Uma escolha pode resultar em benção ou maldição para o resto da vida.

Abraão Sabia disso e se preocupou com a escolha que Isaque faria de uma esposa.
Naquela época era costume do pai escolher a esposa do filho,e o futuro de Isaque dependia de sua sábia escolha.
Abraão era já velho. Tinha cerca de 140 anos de idade (Gn 21.5 e 25.20).Deus o havia abençoado em tudo,tornando-o um dos homens mais ricos de seu tempo,porém seu filho Isaque ainda continuava solteiro,e isto deixava o velho pai preocupado.
Abraão chamou seu mordomo mais antigo e em quem confiava plenamente e lhe deu a missão de conseguir uma esposa para Isaque na terra de sua parentela. Eliezer jurou a Abraão que faria tudo conforme foi orientado. Abraão estava demonstrando muita preocupação em relação à pessoa com quem seu filho iria se casar.
O critério que ele usou é: Tema que ser gente da minha Família. Preocupado de que poderia morrer antes de ver seu filho casado, Abraão orientou a Elizer “… Não tomarás para meu filho mulher dentre as filhas dos cananeus, no meio dos quais eu habito; mas que irás à minha terra e à minha parentela, e dali tomarão mulher para meu filho Isaque” (Gn 24.3,4)
Por que Abraão estava tão preocupado com a escolha da esposa do seu filho?Quais eram os motivos desta sua preocupação?

2)Uma escolha errada pode ter conseqüências imprevisíveis.

Isaque nasce sob uma promessa divina e havia promessas de Deus que poderiam ficar comprometidas, dependendo da pessoa com que ele se casasse. É comum acontecer de muitos jovens não levarem à sério as implicações de uma escolha errada,impedindo que as promessas de Deus se cumpram em suas vidas. Por exemplo: Uma escolha errada pode trazer maldição, como aconteceu com Eva no Jardim do Éden (Gn3).Uma escolha errada pode pôr fim ao ministério,como no caso de Sansão e Judas. Os prejuízos podem ser irreparáveis, como no caso do filho que saiu da casa precipitadamente gastando toda sua herança
( O filho Prodigo,Lucas 15.11-32).
Ou ter o mesmo destino de Jonas pondo a perigo as pessoas que estão ao seu redor (Jonas 1)

3)Siga as seguintes orientações quando tiver que tomar uma decisão:

Analise bem a situação. Pergunte a si mesmo: O que eu quero alcançar? O que é importante preservar?Que problemas devo evitar? Pese os prós e os contras. Escreva em colunas paralelas as vantagens e desvantagens de cada alternativa, levando em conta o peso de cada fato.
Se o problema a ser resolvido exigir mais tempo adie a decisão. Durma sobre o assunto até que a idéia amadureça.
Na duvida, nunca tome uma decisão. Às vezes, a decisão é correta, mas o momento é errado.
Na medida do possível tome uma decisão de cada vez.Se começar pelas decisões Mais importantes e difíceis as demais se tornarão fáceis.
Discuta o assunto com alguém de confiança. Em geral duas pessoas pensam melhor do que uma.
Ore a Deus pedindo sabedoria.
Admita mudar suas decisões, desde que seja possível e necessário.
Leve em conta certa decisões básicas.Saiba que você é responsável por outras pessoas que serão afetadas por sua decisão.Não escolha com base apenas no prazer.

Alguns homens que acertaram em suas decisões:
José. Vendido por seus irmãos e levado como escrevo para o Egito, José foi assediado sexualmente pela esposa do comandante Potifar. Agarrado à força Por ela,fugiu e, conseqüentemente foi parar numa masmorra.Ele tomou a decisão de não pecar contra Deus para não comprometer os sonhos que Deus lhe dera no passado(Gn 39.11-20)
Moises. Aos quarenta anos de idade Moises teve que decidir se ficaria ao lado dos Egípcios e agradaria sua mãe egípcia, ou defenderia seus irmãos de sangue que estavam sendo escravizados por Faraó, e ele escolheu “ser maltratado junto com o povo de Deus a usufruir prazeres transitórios do pecado” (Hb 11.25).
Daniel. Daniel era ainda muito jovem quando foi levado cativo para a Babilônia. Escolhido para servir no palácio – enquanto outros cativos serviram de escravos no campo e nas casas dos oficiais do rei – Daniel decidiu não se contaminar com os manjares da realeza (Dn 1.8).

 Pr. Josué Gonçalves

Anúncios
Esse post foi publicado em Estudos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s